Cabeçalho ADS

Fale Conosco
Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Vídeo: Dias antes de acidente, cantor da Chicana criticou falta de educação de motoristas


Quatro dias antes do acidente que terminou com a morte do cantor da banda baiana Chicana, Tarcísio Freitas de Oliveira, de 36 anos, a vítima publicou um vídeo com o título "pior trânsito do mundo", falando sobre a falta de educação no tráfego de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador.

O acidente aconteceu na tarde de sábado (19), no KM 409 da BR-116, trecho entre Tanquinho e Feira de Santana. De acordo com a família, Tay, como era conhecido no meio artístico, voltava da cidade de Candeal, após uma apresentação no município e retornava para casa, em Feira, quando o acidente aconteceu.


Ainda segundo Edilson, Tay tentou desviar de um carro que fazia uma ultrapassagem e o veículo que ele dirigia acabou capotando e saindo da pista. Ele viajava sozinho e morreu no local do acidente. Não há informações sobre o sepultamento do cantor.

Quatro dias antes do acidente, o cantor publicou no perfil do Instagram, um vídeo com o título "Pior trânsito do mundo", onde falava sobre situações que passou no trânsito de Feira de Santana e a falta de educação dos motoristas.


"Primeiro, a cidade está entregue aos buracos, está um caos. Ontem, eu passei por uma situação na JJ Seabra, que é o seguinte: em qualquer lugar do mundo que você dirige, a seta serve para orientar quem está no outro automóvel, ou até pedestre, que você vai entrar à esquerda ou à direita", relatou Tay no vídeo.
"No trânsito, existe duas, três, quatro faixas, serve pra indicar que você quer mudar de faixa. Em Feira, é ao contrário, acho que isso incomoda o outro motorista. Aqui, você está em uma faixa e precisa mudar, liga a seta, o cara acelera pra você não mudar de faixa. Isso aqui é diariamente. Em outros lugares, é particular de cada mal educado", completou.


Momentos antes do acidente, o cantor Tay postou uma selfie nas redes sociais com a legenda "Vou ali e volto já". Em seguida, ele postou outra foto dele com parte da letra da música "O que é, o que é", de Gonzaguinha. O trecho usado pelo cantor diz: "E a vida, e a vida o que é, diga lá meu irmão".

Depois, o artista ainda chegou a postar um vídeo em que mostra a estrada, durante a viagem de volta para casa, e no qual ele deseja bom final de semana aos seguidores.

No Instagram oficial da banda, a produção postou um símbolo em sinal de luto. De acordo com a família, Tay cantava desde os 17 anos, e há cerca de 18 estava à frente da Chicana, cantando axé.

Muitos fãs comparavam o timbre da voz dele ao de Bell Marques, ex-cantor da banda Chiclete com Banana e um dos ícones do axé.

Nas redes sociais do grupo Chicana e também do cantor Tay, dezenas de fãs lamentaram a morte do artista. "Caramba, recebi essa notícia muito triste... De coração partido, descanse em paz, irmão. Luz", diz uma das mensagens. (Fonte: G1 Bahia)



Tecnologia do Blogger.