Cabeçalho ADS

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Vídeo: Chuva forte provoca vários pontos de alagamentos em Guanambi

 

Voltou a chover de forma constante em Guanambi no fim da tarde deste sábado (20). Das 16h às 18h, o pluviômetro da Agência Sertão registrou 85 mm no Centro de Guanambi. Toda esta chuva voltou a ressaltar os problemas estruturais da cidade em relação à drenagem pluvial. A água invadiu casas, comércios e automóveis.

A reportagem constatou os alagamentos registrados em diversos pontos da cidade. Na maioria destes locais, os alagamentos são comuns sempre que chove forte.

As situações mais complicadas ocorrem no bairro São Francisco. Na localidade foram vários alagamentos, principalmente na rua Joaquim Dias Guimarães. No cruzamento com a rua Benjamin Vieira Costa, um motorista tentou vencer a água com uma caminhonete e acabou tendo que deixar o carro no meio da enxurrada. Na mesma rua, a água invadiu uma casa e molhou vários móveis e eletrodomésticos, situação já corriqueira no local.

A água também subiu bastante no cruzamento da Avenida Barão do Rio Branco com a rua Major Ferreira. No bairro São Francisco, o alagamento ocorreu mais uma vez em frente à sede da Codevasf, na Avenida Deolinda Martins. Outro ponto onde foi acumulada muita água foi na Praça José Ferreira, a Praça do Fórum.

No bairro Gurungas, a água ficou empossada ao redor de uma pista de caminhada recentemente construída sem o devido projeto de escoamento de águas fluviais. Moradores também registraram alagamentos em no bairro Beija-flor II.

A lagoa do Clube de Campo transbordou e a água escorreu pela rua Treze de Maio. Centenas de peixes desceram junto à enxurrada formada na via por onde a água da lagoa escoa.

A Prefeitura de Guanambi informou que já estuda a situação dos pontos críticos desde o início da gestão e que estuda soluções para os problemas crônicos relacionados às chuvas intensas.

Previsão

Deve continuar chovendo em Guanambi e em toda a região até o fim do mês. Os modelos meteorológicos e os institutos de pesquisa estimam que pode chover entre 60 e 90 mm nos próximos dias. A chuva deve se estender e voltar a se intensificar até meados de março, com pequenos intervalos de estiagem até lá. (Via Vilson Nunes)



Tecnologia do Blogger.