Cabeçalho ADS

Anuncie Conosco

INFORME PUBLICITÁRIO

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Fale Conosco

Garota morre após sair da balada e motorista capota o carro em suposto "racha"

 

Novas imagens de câmeras de seguranças mostram uma BMW e uma caminhonete de luxo em alta velocidade fazendo racha pelas ruas de Goiânia até o acidente que terminou na morte de uma adolescente de 15 anos. Imagens também mostram quando a caminhonete capota várias vezes e atinge um comércio na madrugada de sábado (7).

Segundo a Polícia Civil, o grupo estava em uma boate, onde passaram a noite bebendo. Durante o acidente, a adolescente Marcella Sonia Gomes do Amaral foi arremessada para fora do carro e morreu no local. O corpo parou a cerca de 20 metros da caminhonete onde ela estava.

Outras cinco pessoas foram socorridas e levadas para hospitais. Um dos jovens está internado no Hospital de Urgências de Goiás (Hugo), intubado na UTI e em estado gravíssimo. Outra passageira também está na enfermaria da unidade, consciente e estável.

O g1 tenta informações sobre o estado de saúde dos outros feridos, mas ainda não teve retorno até a última atualização dessa reportagem.

O motorista que estava na BMW parou após o acidente, mas fugiu em seguida. Ele não foi encontrado pela polícia até as 8h desde domingo (8).

A mãe da adolescente que morreu chegou ao local do acidente no momento em que o Instituto Médico Legal (IML) fazia a retirada do corpo. Desesperada, ela correu em direção ao caminhão da Polícia Técnico-Científica e viu a filha sem vida. Abalada, ela agachou e chorou, sendo amparada por outra mulher que estava com ela.

O caso é investigado pela Polícia Civil. "Uma das feridas relata que todos estavam em uma boate, ingeriram bebida alcoólica durante toda a madrugada. Houve racha entre a camionete envolvida e um automóvel BMW de cor branca, conduzido por um amigo das vítimas que também estava na boate", disse a delegada Adriana Fernandes.

A polícia chegou procurar o motorista que dirigia a caminhonete que bateu, mas não o encontrou no hospital. “Fomos ao hospital, mas nos foi passado que, durante o atendimento médico, ele fugiu. Ele não realizou os exames e saiu com um motoboy para um local incerto”, completou a delegada. (g1)


Tecnologia do Blogger.