Cabeçalho ADS

Anuncie Conosco

INFORME PUBLICITÁRIO

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Fale Conosco

Aposta da Bahia que ganhou quase R$ 18 milhões na quina de São João foi feita em um bolão; nove dos 22 milionários já retiraram o prêmio

 

O bilhete baiano vencedor da Quina de São João pertence à um grupo de 22 pessoas. Segundo a Caixa Econômica Federal, até esta segunda-feira (27), nove sortudos já retiraram suas cotas do prêmio apostado na única lotérica da cidade de São Gonçalo dos Campos, a cerca de 140 quilômetros de Salvador.

A aposta está entre as onze ganhadoras do sorteio da Quina de São João, com prêmio de R$ 195.945.492,96 milhões.

Os vencedores da aposta baiana participaram de um 'bolão' e ganharam quase R$ 18 milhões, que deve ser dividido entre o grupo. Com o valor total, é possível pagar o IPTU de todas as casas do município, e ainda sobraria mais de R$ 17 milhões.

Na divisão, cada sortudo deve embolsar em torno de R$ 806 mil. O valor investido na poupança dá uma renda extra de aproximadamente R$ 58 mil por ano. Caso seja investido no tesouro direto, o extra gira em torno de R$ 87 mil.

Especulações na cidade

A cidade de São Gonçalo dos Campos tem cerca de 38 mil habitantes e 43% dos profissionais recebem um salário mínimo. Comparado com o orçamento da cidade, os quase R$ 18 milhões representam mais de 17% do valor previsto para este ano.

Além do IPTU dos moradores, o prêmio conquistado pelos 'sortudos de São Gonçalo' também pagaria os festejos de São João da cidade e da festa 'Jardim Inverno', que começará a ser realizada nos próximos dias. Segundo a prefeitura, os gastos com os eventos foi de R$ 3 milhões.

Na cidade, os moradores não falam de outra coisa: todos querem saber quem foram os ganhadores do prêmio milionário. Segundo o taxista Antônio César Vieira, ninguém descobriu o nome dos sortudos.

"Aqui os comentários estão rolando, mas ninguém sabe quem ganhou. Esse é o assunto do dia em São Gonçalo", brincou.

Já o cobrador de transporte, Luciano Oliveira, refletiu sobre o que faria com tanto dinheiro.

"Eu compraria uma casa na praia, para ficar de boa, e os colegas não iriam saber nada de mim", afirmou. (g1 Bahia)


Tecnologia do Blogger.