Cabeçalho ADS

Anuncie Conosco

INFORME PUBLICITÁRIO

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Anuncie Conosco

Fale Conosco

Feminicídio: Suspeito liga para colega após matar ex-esposa esfaqueada. “Fiz besteira”

 

Grazielly Karine Soares Alves de Lima, de 28 anos, foi encontrada morta na madrugada desta quarta-feira (22) com diversas perfurações pelo corpo e parte do cabelo cortado dentro de sua casa, em Corumbá, a 420 km de Campo Grande. Segundo a polícia, o principal suspeito de ter cometido o crime é o ex-marido da vítima, de 34 anos.

De acordo com uma testemunha, o homem teria ligado para um de seus funcionários e dito ter feito uma besteira e matado a própria esposa. Ainda conforme a testemunha, o suspeito chegou a passar o endereço do local do crime. Na casa da vitima, a polícia encontrou marcas de sangue já na entrada. Conforme a perícia, Grazielly foi encontrada sem vida, sentada em um sofá na sala, com várias perfurações nos braços, tronco, cabeça e perna e partes do cabelo cortado espalhados pelo chão.

Ainda conforme a perícia, o cômodo estava com garrafas de cerveja quebradas, objetos como celular e documento da vítima cortados ao meio e sangue no chão e nas paredes. A arma do crime não foi encontrada. Familiares relataram à polícia que o suspeito estava separado há três meses da vítima e seria uma pessoa bastante agressiva e ciumenta. De acordo com a polícia, o suspeito fugiu em uma moto de luxo. O homem possui passagens por violência doméstica, registrado em março de 2022, além de lesão corporal contra a vítima. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Corumbá e até a publicação desta matéria o suspeito ainda não havia sido localizado pela Polícia Militar. Por Débora Ricalde e Aguinaldo Silva, g1 MS.



Tecnologia do Blogger.